blog obraVamos planejar, juntos. Dimensionar uma rede-rádio confiável e eficiente, com possibilidades de expansão e compatibilidade. Entendendo a necessidade de comunicação de quem utilizará o sistema (os setores, suas rotinas e o tipo de informação a ser transmitida) iremos definir o sistema ideal considerando itens importantes: sistema irradiante, elétrica, infraestrutura e soluções complementares. Tipos de rádios (portáteis, móveis, fixos), recursos, sistemas (convencional ou troncalizado), tecnologias (como TDMA X FDMA), solução financeira… Conte conosco do pré ao pós venda. A seguir, dicas para implantar rádios.

Introdução: por que rádio? Porque é a solução ideal para comunicações empresariais.

Ao toque de uma tecla, interação em tempo real | Serviço não tarifado e sem limite de tempo de conversação | Sem distrações para quem usa: não tem música, jogos, redes sociais, vídeos | Chamadas em grupo | Sigilo e inviolabilidade: alguns rádios são criptografados | Funciona em qualquer lugar: locais remotos e/ou ambientes hostis | Não depende de operadora | Durabilidade do aparelho (vida útil superior a 5 anos) | Robustez: os rádios atendem às normas militares.

Quem deve usar rádio?

Em indústrias, por exemplo: profissionais de áreas como segurança patrimonial, segurança do trabalho, administração, enfermaria, produção, logística, manutenção, TI e brigada de incêndio. Eles precisam se comunicar de forma imediata e integrada, com chamadas de grupo.

› Continua: clique na página 2 (abaixo).